Aula 10: COMO RECONHECER O TIPO DE SILHUETA

Aula 10: COMO RECONHECER O TIPO DE SILHUETA

A silhueta varia de pessoa para pessoa. A estatura é uma das indicações do tipo de silhueta, juntamente com o comprimento do tronco e a localização da linha do busto, da cintura e do quadril.

COMO ADEQUAR O MODELO AO TIPO DE SILHUETA

Para favorecer a silhueta, além de escolher o tecido mais adequado, devemos atentar para quatro elementos básicos: a linha, o detalhe, a textura e a cor. Cada um destes tem o poder de criar ilusões, porém, para tirar partido destes efeitos, é necessária uma análise realista do tipo de figura e decidir que características podem ser realçadas ou disfarçadas.

As linhas principais de uma peça de vestuário são aquelas que formam a silhueta ou linha de contorno. Podemos distinguir quatro tipos de formas: justo, semijusto, ligeiramente solto e solto. Uma peça justa ao corpo realça os contornos, enquanto que quanto mais solta a roupa, mais despercebida ficará a forma do corpo. Na elaboração de modelos sob medida, deve-se procurar o equilíbrio e a harmonia – a relação esteticamente agradável entre todos os elementos.

LINHAS ESTRUTURAIS

As linhas interiores de uma peça podem conferir uma nova dimensão à silhueta. Cada tipo de linha influencia de modo particular uma figura. Os nossos olhos tendem a se mover numa determinada direção – da esquerda para a direita e de cima para baixo. Existem alguns princípios gerais quanto à utilização das linhas:

  1. Quanto mais longa, mais larga e mais repetida for a linha, maior será a sua influência;
  2. As dobras de tecido (pregas, franzidos, drapejados) criam linhas e aumentam o volume;
  3. Quanto mais linhas existirem no padrão do tecido, menos detalhes deverão ter a peça de roupa.
  • Linhas verticais – Criam uma ilusão de altura e aspecto esguio. Porém, quando repetidas a intervalos regulares, podem dar à figura um aspecto mais largo e mais baixo, pois os olhos são atraídos de um lado para o outro.
  • Linhas horizontais – Têm a tendência para cortar a altura, especialmente quando dividem a figura ao maio. Mas uma linha horizontal colocada acima ou abaixo da linha média realça a zona menor, parecendo alongar visualmente a maior.
  • Linhas em diagonal – Podem contribuir para aumentar a altura ou a largura, conforme o seu comprimento e ângulo. Uma diagonal longa cria uma ilusão de maior largura.
  • Linhas curvas – Criam os mesmos efeitos que as linhas retas de localização semelhante, embora de uma forma mais sutil. O efeito visual é mais suave. Uma linha curva produz sempre um efeito de arredondamento e de maior corpulência.

DETALHES

Detalhes como mangas, golas, decotes e bolsos podem ter muita importância. A sua correta localização é que fará a harmonia da peça. Podem ter as seguintes finalidades:

  1. Acentuar uma silhueta. Por exemplo, mangas sino em um vestido trapézio.
  2. Dar realce a uma peça de vestuário simples.
  3. Tornar prática uma peça de vestuário formal.
  4. Despertar a atenção para uma característica interessante ou desviar a atenção de uma característica menos atraente.


COR E TEXTURA

Em geral as cores quentes, intensas e claras “avançam”, fazendo a figura parecer maior e as cores frias, discretas e escuras “recuam” fazendo-a parecer mais esguia.

A textura afeta igualmente de forma decisiva as dimensões da figura. As características descritas como textura podem ser o brilho ou a opacidade, o toque áspero ou macio, a rigidez ou maleabilidade, o peso e encorpamento que determinam o caimento do tecido.

As texturas granulosas e felpudas são mais volumosas e dão um aspecto mais pesado à figura. Um tecido rígido pode fazer a figura parecer maior, por outro lado, uma tecido maleável adere mais ao corpo e pode fazer parecer menor. As cores são divididas em quatro grupos principais:

  • Cores quentes: aquelas que conseguem provocar um efeito vibrante. Amarelo, vermelho, laranja. São muito usadas nas coleções primavera-verão, pois dão um clima de alegria e descontração. Porém, devem ser usadas com moderação.
  • Cores frias: provocam um efeito de calma e tranqüilidade. Verde, azul. São muito usadas para roupas mais sóbrias e clássicas.
  • Cores neutras: têm pouca intensidade. Bege, cinza, preto. São usadas para atenuar o efeito provocativo das cores quentes.
  • Tons pasteis: as cores em seu tom mais suave, mais claro. São usadas quando a intenção é dar um clima de romantismo e inocência.

QUADRO DE COMBINAÇÕES HARMÔNICAS DE CORES

Cor

Atenuado

Enriquecido

Vermelho

Verde

Azul

Laranja

Amarelo

Cinza, Bege, Branco, Preto

Cinza, Bege, Branco, Preto

Bege, Areia, Branco, Preto

Cinza, Branco, Preto

Cinza, Branco, Preto

Verde

Vermelho

Laranja

Azul

Violeta

PROPORÇÃO

As relações entre as diferentes partes de um determinado modelo designam-se proporções. Estas partes podem ser definidas pelas linhas estruturais ou resultar da forma como são utilizadas a cor e a textura. O ideal é que as proporções estejam em harmonia entre si e em relação à figura.

  1. Motivos maiores (estampas e padrões) são indicados para uma figura mais volumosa;
  2. Estampas e padrões grandes podem ser harmonizados se tiverem corem suaves;
  3. Grandes zonas de cores contrastantes dividem a figura horizontalmente no ponto em que as cores diferentes se encontram. A utilização de uma só cor ou de tons aproximados dá a ilusão de uma figura mais esguia;
  4. Os detalhes devem estar em proporção com a figura e a roupa. Por exemplo, quem tiver pouca estatura poderá aparentar muito volume na parte superior do corpo se usar uma gola muito grande. Uma pessoa muito alta com uma gola muito pequena pode parecer desproporcional.

Autor: Tânia Neiva Dias Silva, ([email protected])
Fonte: IdealGratis 

  1. Truques de moda: Para equilibrar a silhueta (ombros e quadril)

    Se você tem quadril largo e quer disfarçar aí vai algumas dicas:

    1. Não use cintos nessa região, já que estes chamará a atenção para esta área.

    2. Mas se você gosta de cintos e não quer abrir mão deste acessório escolha cores mais neutras e que não contraste com a roupa que esteja usando.

    3. Evite saias e calças justas. Cuidado principalmente com as calças skinnis elas vão justas até o tornozelo, ou seja, destacará seu quadril.

    Agora se o que você se além de quadril largo você também tem ombros estreitos aí vai outras dicas para equilibrar a silhueta.

    1. Use e abuse de golas amplas.

    2. Jaquetas com golas viradas (dobradas tipo safári) amplia esta região.

    3. Aquelas camisetas de ombros caídos são máximo para ampliar visualmente devido a linha horizontal forma por elas.

    Mas se seus ombros são largos e seu quadril é estreito, as dicas são:

    1. Use e abuse cintos inclusive aqueles largos e com tachas.

    2. Golas em V, e golas mais fechadas disfarça visualmente os ombros largos.

    3. Use blusas e jaquetas com cortes e costuras que formam linhas horizontais.

    Enfim, a figura visualmente ideal feminina é aquela em formato de ampulheta em que ombros e quadril tem mais ou menos a mesmo proporção e uma cintura fina.

Elis S A C

1 comentário até agora

Anônimo Publicado em20:44 - 2 de maio de 2013

BRASILEIROS ASSINEM ESSA PETIÇÃO
Os assistentes sociais, são essenciais para o nosso país, cursaram no minimo 4 anos de faculdade, para depois de formados não terem um piso salarial, ou seja a remuneração sempre é muito baixa!
ASSINEM A PETIÇÃO PARA QUE SEJA APROVADO O PISO SALARIAL DE 3.720,00 PARA OS ASSIS. SOCIAIS!!!

PRECISAMOS CHEGAR A 9 MIL ASSINATURAS.

http://www.avaaz.org/po/petition/Estabelecer_um_piso_salarial_de_R370000_para_oa_assistente_social/?aOqJFeb

Deixe um comentário para Anônimo Cancelar resposta