# blusa normal e Blusa transpassada

# blusa normal e Blusa transpassada

Então, preparados para desenhar o molde?  A foto no início desse post é do meu caderno e confesso que quebrei a cabeça para mostrar um passo-a-passo que fosse fácil para todo mundo entender e conseguir fazer o seu próprio molde.  Espero que eu tenha conseguido =D


Com base no meu molde, eu redesenhei todo o processo com cores diferentes e vou, abaixo de cada passo, tentar explicar todo o processo.  Então, vamos começar?!

Antes de mais nada, para fazer o molde precisaremos de papel pardo (também servem cartolina, papel manilha ou qualquer um de sua preferência, desde que seja grande), lápis, borracha e réguas.

Material na mão, vamos ao passo-a-passo!

Como transformar medidas em moldes?

Dobre o papel pardo ao meio e deixe a parte aberta virada para você.  Depois faremos uma margem de 2 centímetros na parte de cima e na lateral do seu papel.  Essa margem de 2 cm é uma regrinha geral que iremos repetir toda vez que fizermos um molde (reparem que os desenhos dos botões correspondem a essa margem).  Depois das margens riscadas, consultamos a nossa tabela de medidas e riscamos  o comprimento da blusa.  Em seguida, pegamos a medida correspondente a ¼ do busto (basta dividir o contorno do busto por quatro) e a riscamos.  A intenção é fazer um grande retângulo.

Agora marcaremos a altura da cava e a descida do ombro.  A altura da cava (ac) corresponde a um quarto da medida do busto (b) menos a metade da descida do ombro (do). Logo, ac = ¼ b – ½ do.  Para não ficar complicado, usarei as minhas medidas como exemplo: um quarto da minha medida de busto é 19,5 cm. A metade da minha descida de ombro vale 1,5 cm. Por fim, fazemos a subtração:19,5 – 1,5 = 18,0.  Essa medida correponde à minha altura da cava!


OBS: como a minha descida de ombro é um número “quebrado”(3,5 cm), eu usei 1,5 cm, a metade do número inteiro (3 cm). Esse procedimento sempre é válido quando precisamos trabalhar com a metade certa de uma medida.

A altura da cava será riscada do lado oposto ao comprimento da blusa. Assim, formamos outro retângulo dentro do primeiro.  A descida do ombro é aquela medida que será vista na tabelinha que nós vimos aqui.  Essa medida será marcada em cima da altura da cava e para o lado de dentro do retângulo.


Usando o meu exemplo novamente: eu marquei 18,0 cm do lado oposto ao comprimento da blusa e fiz o outro retângulo.  Agora eu vou nessa linha da altura da cava marcar, no meu caso, 3,5 cm na vertical e 3,5 cm na horizontal.  A linha rosa na imagem está maior, pois riscando essa linha um pouco maior fica mais fácil arrumar a medida do ombro. Não se esqueça de marcar a descida do ombro tanto na vertical quanto na horizontal.

Agora vamos marcar o ombro.  O ombro é bem importante por dois motivos:  é ele que ajuda a dar um bom caimento na roupa inteira e é a partir dele que iremos tirar a medida do decote. 

Como já conversamos, esse é um molde base. Então, se você quiser um decote maior, tudo bem – mas você irá modificar em cima dessa base depois de pronta 😉

Antes de riscar o ombro, temos que saber a medida do decote. O decote (d) corresponde à metade da medida do ombro (o), ou: d = ½ o. Simples, não?! Na linha que corresponde à medida de um quarto do busto (¼ b), você irá marcar o decote.  Eu esqueci de marcar o decote nessa linha no desenho (puxa, desculpa!), mas dá para perceber que é ao final da medida do decote que irá sair a medida do ombro.  

O ombro sairá do final do decote (que está marcado na linha de um quarto de busto) e irá de encontro com a descida do ombro que foi marcada na horizontal (o encontro da linha verde com a linha rosa).

Feito isso, traçaremos uma linha reta que irá desse ponto de encontro até o final desse retângulo menor.  Ao marcarmos essa linha, marque o meio dela.  Por exemplo, se essa linha tem 14 cm, faremos uma marcação em 7 cm.  Isso é importante pois é dessa marcação que faremos uma linha com 2 cm que servirá como guia para o desenho da cava.


Aqui iremos marcar a pence no final da blusa e a altura do busto.

Vamos começar pela altura do busto. Na linha da medida do ombro, você marcará a metade dessa medida e a partir desta linha, sem riscar no papel, você irá marcar com um pontinho do lápis a medida correspondente a altura do busto.  Repare na imagem que essa medida (está em azul) é bem tortinha. Isso é devido à regrinha de que ela deve ter a distância de 9 cm da linha do comprimento da blusa.

Mas por que 9 cm?

Nesse caso é 9 cm pois esse é o valor da minha pence, ou seja, esse valor varia de pessoa para pessoa.  A pence (p) é o resultado da soma decote  mais 3, ou: p = d+3. Sempre 3, mais uma regrinha.

Marcada a distância de 9 cm (atenção ao seu valor de pence), acrescentamos mais 4 cm ao valor da altura do busto. Essa diferença de 4 cm é justamente para marcar até onde vai a sua pence. O valor de 4 cm é padrão.

Marcado a altura do busto, na parte de baixo da blusa, marcamos a pence (decote mais 3 cm), ou p = d+3, e  marcamos também mais um tracinho na marca de 1 cm à frente e outro na marca de 1 cm atrás.  Ao riscarmos tudo, formaremos esse triângulo, o qual será a nossa pence.


Estamos quase acabando!  

Agora é a hora de usar a régua de cava e decote.  Para usá-la é bem simples, basta colocarmos a régua nos pontos e encontrarmos a posição que permita fazer um risco certinho, ligando um ponto ao outro.  

Posicionaremos a régua de forma que a sua curva una a medida do decote ao comprimento da blusa, à medida de decote marcada na medida de ¼ do busto.

Para a cava vale o mesmo processo.

Faça uma curva que parta da descida do ombro, passe pelo ponto de 2 cm na reta que vai do final da medida do ombro até a altura da cava (horizontal) e termine no final da altura da cava na vertical.


Por fim, faremos o ajuste da cintura (ac), na linha de baixo aonde fizemos a pence. 

Essa medida é bem simples de ser resolvida. Basta somarmos um quarto da cintura a 2 cm, ou: ac = ¼ c + 2 e fazermos a reta. Como esse desenho se baseia no meu molde, o ajuste de cintura não precisou ser feito, pois o valor deu certinho ao que já tínhamos, ou seja, 19,5 cm. Isso aconteceu pois as medidas utilizadas como exemplo de ajuste da cintura (ac) e ¼ de busto foram idênticas, o que não significa que será assim para todo mundo.

Depois desse processo todo, temos a parte da frente do molde base de uma blusa!

Então, vamos terminar o molde base de blusa?!  


Como eu achei que a primeira parte desse post ficou muito longa, eu tentei  colocar as imagens juntas para visualizar melhor todo o processo (o que acharam?).


Quem já viu a primeira parte do molde irá notar que é basicamente o mesmo processo. A diferença entre o molde da frente e o molde das costas está no decote, tamanho da cava e na medida altura do busto, que não existe nas costas.




Vamos relembrar alguns pontos antes de começar:


Dobre o papel pardo ao meio e comece fazendo uma margem de 2 centímetros na horizontal e na vertical.  Essa regra deve ser feita para todo molde que você fizer.  E não esqueça de usar as suas medidas para fazer o molde!





  1. Depois que a margem estiver feita, vamos riscar um retângulo utilizando as seguintes medidas: comprimento da blusa e ¼ do busto.  Em seguida, vamos medir e marcar a altura da cava.  Esta medida irá formar um novo retângulo dentro do primeiro. Por fim, marcamos o decote (decote = a medida do ombro dividido por 2, ou d = mo / 2) na linha onde traçamos ¼ do busto.


  1. Na segunda parte, vamos traçar o ombro e a descida do ombro. Na linha em que foi marcada a altura da cava, marcamos na vertical e na horizontal a descida do ombro. Em seguida, medimos e marcamos a medida do ombro (final da linha do decote até o início da linha que marca a descida do ombro); traçamos uma linha reta na vertical (verde escura) do final do ombro até a base do segundo retângulo e marcamos o meio dessa linha.  Agora medimos o valor de ½ cm (observe a setinha no desenho) e vamos para o próximo passo.


  1. Vamos desenhar o decote e a cava.  Observe a diferença entre frente de blusa e costas de blusa.  Se você pensou em decote, é isso mesmo que estamos falando.  Nas costas ele será marcado na linha da altura do busto e depois na linha que corresponde ao comprimento da blusa. Marcamos apenas ½ cm.  Com a régua de decote, ligamos esses dois pontos.  Na cava será feita a mesma coisa, ou seja, com a régua de cava, ligaremos o final do ombro ao ponto de ½ que já foi riscado, até o final do segundo retângulo que riscamos (a linha amarela na horizontal).  Em seguida, vamos riscar a pence (pence = medida do decote + 3 cm, ou p = md + 2).


  1. Agora só falta o ajuste da cintura (1/4 do contorno de cintura + 2cm, ou ac = ¼ cc + 2), na parte inferior do retângulo.


Terminamos de riscar o nosso molde!


Na prática,tudo isso se torna bem mais simples e fácil!  E para quem quer costurar ou gosta do assunto, acho super válido saber fazer um molde a partir daí criar a roupa que quiser =D


Então se não conseguir na primeira vez, tente de novo.  Eu garanto que logo logo você fará moldes de olhos fechado! Ao escrever estes posts, eu relembrei bastante sobre esse tipo de molde e tenho certeza de que na minha próxima blusinha a modelagem ficará bem mais fácil!


Espero que tenham gostado tanto quanto eu estou gostando de escrever sobre isso!

Quaisquer dúvidas ou sugestões são sempre bem-vindas!


Até a próxima,



Eu sei que em algum momento pode parecer complicado, mas se você quiser mesmo fazer o molde, não desanime e tente. Quando a gente consegue entender todo o processo e fazer direitinho, a sensação é incrível!



A blusa transpassada é um dos tipos de blusa que têm apenas um decote diferente do molde base de blusa: o seu decote “vai de uma ponta a outra”.  Sendo assim, desenhar um decote mais profundo não seria o bastante, pois quando fazemos um molde de blusa, estamos a fazer apenas ¼ da blusa.  

Então, depois de pensar um pouquinho e observar uma blusa da minha avó com o mesmo tipo de modelo, cheguei à seguinte conclusão: aumentar a margem vertical (que no modelo base de blusa é de 2 centímetros) para podem ter como fazer o transpassado.  Depois de alguns testes, eu decidi que eu faria essa margem com 20 cm.

Como eu já falei algumas vezes aqui no blog, podem existir diversas outras maneiras de se fazer um molde.Apesar do passo-a-passo mostrar a forma que eu fiz, isso não impede que você faça os seus próprios ajustes.

Vamos ao molde na prática?

Dessa vez, ao iniciarmos o molde, ao invés de deixarmos apenas 2 cm na margem vertical, deixaremos uma margem de 20 cm.  

Em seguida, faremos o molde base de blusa como já vimos aqui.

Para fazermos o transpassado, iremos escolher o tamanho do decote que nós queremos com a ajuda da fita métrica e depois traçaremos o molde com essa medida.

Agora é só cortarmos e riscarmos o tecido. Não esqueça de deixar os 2 cm de diferença da costura.

Miniatura.

Como eu queria ter certeza de que tudo ficaria certinho, eu fiz uma miniatura apenas para testar se na prática eu conseguiria fazer o transpassado.  E acho que funcionou!

Então é isso!

Elis S A C

1 comentário até agora

Unknown Publicado em17:16 - 5 de março de 2016

Gostei bastante do seu modo de explicar
Obrigada

Deixe uma resposta