Como fazer acabamento em tecidos transparentes

  • por

Tecidos Transparentes Costuras

É preciso esmerar-nos na confecção das costuras de tecidos transparentes e para isso existem algumas técnicas que são bastante simples, ao contrário do que se possa pensar.

– Costura Simples: consiste em sobrepor as peças, direito com direito, coser e depois chulear as duas margens juntas (aprox. 0,50 cm-0,70 cm da costura e apará-las rente ao chuleado ou ponto ziguezague).

Costura Tejana ou Inglesa: consiste em sobrepor as peças, direito com direito, coser e depois aparar uma das margens de costura com 0,50 cm de largura e dobrar a outra sobre esta, cobrindo-a. Pressionar/vincar com o ferro de engomar e depois pespontar rente à dobra

Costura Dupla ou Costura Francesa (ou inglesa para muitas portuguesas): consiste em sobrepor as peças, avesso com avesso e coser a 1,00cm (o dobro da largura da costura desejada). Aparar as margens das costuras para 0,50 cm, dobrar para que as peças fiquem direito com direito e voltar a coser a 0,50 cm da margem (ficando exatamente onde queríamos a costura).

– Costura com margens separadas: Consiste em sobrepor as peças, direito com direito e coser. Cortar as margens a 1,00 cm de largura, abrir as costuras com o ferro de engomar, dobrar as margens para dentro a 0,50 cm e pespontar junto da dobra.

Costura fechada

Esse é um dos tipos de costura mais comuns. Para fazê-la, primeiro costura-se as peças com a máquina reta e depois realiza-se o acabamento com overloque.

Costura aberta

Nesse tipo de costura, primeiro overlocka-se as peças e, depois, faz-se a união na máquina reta. Com a costura pronta, utilize o ferro de passar roupas para abrir as margens de costura, uma para cada lado. A costura aberta geralmente é encontrada em acabamentos de camisas femininas, peças de alfaiataria, costuras com detalhes e zíper.

Costura francesa

Essa costura tem um excelente acabamento quando aplicada em tecidos transparentes como chiffon, seda e organza. Também pode ser utilizada como solução quando não há o interesse de overlocar o tecido.

Para fazer esta costura, primeiro coloca-se as peças com o lado direito do tecido para fora e costura-os com a máquina reta, utilizando uma margem de 0,5 cm (Passo 01).

Depois, esta margem deve ser virada para dentro. Para dar um melhor acabamento à peça, é importante passá-la à ferro e costurá-la novamente utilizando uma margem de 0,5 cm, consumindo 1 cm de costura no total (Passo 02).

Nos tecidos citados anteriormente, a costura faz um efeito interessante, pois o tecido fica menos translucido, lembrando um viés. A costura francesa também pode ser usada para fazer a emenda de mangas em camisas femininas, assim quando a manga for arremangada o acabamento será limpo, sem costura de overloque aparecendo.

Como fazer Costura Francesa

Sobreponha os tecidos lado direito

sobre lado direito de maneira que o de cima

fique afastado 0,5 cm do de baixo e costure

Dobre 0,5 cm sobre a margem costurada

e passe a ferro

Tombe a costura deixando 0,5 cm para dentro

da costura e passe a ferro

Pesponte (faça costura reta aparente na peça)

a margem tombada

Essa costura ficará com dois pespontos ao lado direito

Pode-se fazer o mesmo invertendo-se a posição

inicial do tecido (avesso sobre avesso)

para que os dois pespontos fiquem no avesso

direito

avesso

Refile (corte) as margens de costura

deixando-as com 3 mm

Tombe as margens de costura para

um dos lados e passe a ferro

Dobre as peças lado direito sobre lado direito

e costure pelo avesso com margem

maior do que as das que foram cortadas

para que não apareçam pelo lado direito

Créditos : Aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.