Dicas Caderno de Moda

Dicas Caderno de Moda

Dicas de costura – 1

OVERLOCK – Quando a costura não estiver correta, para saber qual ajuste deve ser modificado, passe linhas e fios de cores diferentes e costure uma amostra.

Ficará mais fácil saber qual ajuste corresponde a qual linha….

Dicas de costura – 2

COSTURA RETA – Quase todas as máquinas possuem pequenos riscos junto à agulha para ajudar na largura da costura.

Mas eles são pequenos.

Marque a largura da costura desejada com uma fita colorida (durex ou isolante) até a frente da máquina.

Ajuda a manter a mesma distância.

Dicas de costura – 3

Para evitar que seus lápis, canetas e marcadores de giz caiam da mesa enquanto trabalha, enrole um elástico comum (daqueles de banco) em volta de cada um deles.

A borracha evita que eles rolem…

Dicas de costura – 4

MACHUCADOS – Se você não se adapta ao uso de um dedal, ou não está com o seu no momento, enrole um BandAid na ponta do dedo (antes de se machucar).

Também é bom como prevenção na região do polegar que encosta na tesoura quando for cortar tecidos muito grossos.

Dicas de costura – 5

BOTÕES – Quem costura sempre tem botões guardados (muitos!).

Para não perder séculos procurando os iguais, passe uma linha por dentro de todos os do mesmo tipo e dê um laço. Todos juntinhos é mais fácil de encontrar…

Dicas de costura – 6

BOBINAS – Antes de começar a costurar uma roupa, encha várias bobinas de linha.  Quando uma acabar, a troca fica bem mais rápida.

Nada desanima mais do que parar uma costura no meio e ter de desenfiar a linha para encher a bobina porque o último carretel daquela cor está na máquina…

Dicas de costura – 7

CANTOS PONTUDOS –  Para que os cantinhos (golas, bainhas, bolsos e outros detalhes)  fiquem bem definidos, é preciso desbastar as sobras de costura que, de outra forma, ocupariam espaço e fariam volume após virado o tecido para o direito, arredondando as pontas.

Em costuras curvas, o tecido da sobra também dificulta o bom assentamento da roupa, sendo necessário dar pequenos piques para que a curva se estique ou se dobre sem volume extra.

 Cuidado, somente, para não atingir a linha da costura! 

Dicas de costura – 8

ARREMATE –  Costurando à máquina,  é preciso, no início e fim de cada costura, arrematar a linha para evitar que a costura se desfaça.

Existem muitos métodos, mas o mais comum é fazer uma pequena costura de retrocesso, somente alguns pontos.

Ou seja, se faz a costura, aperta o retrocesso, anda-se uns quatro pontos para trás e, soltando o botão, volta-se a costurá-los para a frente.

A costura fica tripla e não solta.

Dicas de costura – 9

Para economizar tempo, alinhave ou alfinete todas as peças que precisam ser costuradas e passe na máquina uma atrás da outra.  No final, apare todas as linhas.

Não se esqueça, no entanto, de reforçar cada início e final, para evitar que descosture.

Ah! Assim também se economiza linha…

Eu sempre fiz na ponta, mas recentemente vi a sugestão de fazer o retrocesso um pouco depois do início da costura, já que os cantos poderão ser aparados quando as peças forem reunidas e aí o esforço do arremate seria jogado fora…  

Dicas de costura – 10

PEDAÇOS PEQUENOS – Alguns trechos muito pequenos são difíceis de costurar à máquina porque não se consegue apoiar com as mãos o início e o fim do tecido junto ao pé calcador.

Para facilitar, passe uma agulha com linha bem na pontinha do início (e do fim, se necessário) e segure as linhas, usando-as como guias, no lugar de segurar o tecido.

As linhas proporcionam o comprimento necessário para guiar o tecido sob o pé da máquina.

Depois da costura, é só puxar a linha…

Dicas de costura – 11

Essa dica realmente me deixou de boca aberta, do tipo: “como não pensei nisso antes?”

Todo mundo que já experimentou roupas com alfinetes ou fez marcações de ajuste na roupa vestida sabe: ou os alfinetes caem quando colocamos/tiramos a roupa (e as marcações vão para o beleléu), ou a gente se espeta (e mancha a roupa com sangue, antes mesmo de acabar).

Não tem outra alternativa.

Assim, para evitar qualquer desses efeitos perversos, use, para experimentar as roupas, alfinetes de segurança.  Eles não caem nem espetam.

Genial!

Dicas de Costura – 12

Botões de quatro furos normalmente são costurados em duas paralelas ou em cruz.

Só que com a costura em cruz, aumenta-se a probabilidade de o botão se despregar, porque além da fricção da linha nos furos ainda há a fricção entre os fios no ponto em que se cruzam, enfraquecendo-os.

Devemos preferir, então, a costura paralela, mais segura.

Guia de Costura com fotos

The complete photo guide to Sewing

Singer (2009)

Creative Publishing International (348 pág.)

Guia de costura.

Embora as explicações não sejam tão completas quanto o nome diz, (estou lendo outro que explica bem mais detalhadamente os passos da construção de cada parte das roupas e, logo, logo, ele aparece por aqui),  a grande vantagem deste livro é que ele realmente é repleto de fotos.

Grandes, coloridas, detalhadas e em grande quantidade.

São muitas mesmo. 

Dicas de costura – 13

Saias godê esticam…  motivo porque, antes de se fazer a bainha, deve-se deixar a saia pendurada por um dia, ou mais.

Pois é, todo mundo está cansado de saber disso, inclusive eu.

Não é nenhuma novidade, e como um anônimo disse em um comentário outro dia, eu não “estou descobrindo a América”….

Só que (já que a moda é citar ditados populares), “o apressado come cru e quente”  e “a pressa é inimiga da perfeição”.

Quando fiz esta saia, eu estava louca para vê-la terminada e fiz a bainha, assim, logo, logo.

Mas ela esticou.

Daí que outro dia ela se embolou com minha sandália e quase fomos eu, saia e sandália, escada abaixo.

Então, sabiamente, neste final de semana, desmanchei a bainha, a cortei de forma apropriada, e a refiz.

Fica, então, o lembrete (para mim e para quem mais quiser usá-lo):

Quando fizer vestidos ou saias godê ou, ainda, no viés, deixe a roupa pendurada uns dois dias antes de fazer a bainha!!!!!!

dicas de costura – 14 – Bainhas

Muitas pessoas marcam a bainha medindo a distância do cós à barra, igual para toda a roda da saia,  mas o problema é que cada uma tem volumes diferentes distribuídos pelo corpo, e isso pode causar diferenças.

Nós, brasileiras, por exemplo, costumamos ficar com a parte de trás da saia um pouco mais elevada… o que não é bom.

Por esse motivo, o ideal é marcar a bainha com a saia vestida, já compensando todas as elevações.

E achei no site:http://www.taunton.com/threads/pages/nmt037_87.asp  essa ótima idéia aí do lado, em que a Bonnie Wheaton passa talco em um barbante preso no batente da porta e depois encosta a saia no barbante.

Dicas de costura 15 – Como montar um vestido

O site Coletterie publicou este resumo sobre qual ordem seguir para costurar um vestido.

Está em inglês, mas, ainda assim, achei que pode ser útil…

Clique na imagem que ela aumenta a ponto de se poder ler as instruções.

Veja também:

Faça seus próprios moldes

Make your Own Dress Patterns

Adele P. Margolis (1985/2006)

Dover (464 pág.)

(em inglês)

Modelagem.

Excelente livro!

O visual é antiguinho… todo com desenhos lembrando os anos 80, mas o conteúdo é ótimo, objetivo, claro e completo.

A autora, já falecida, se propôs a mostrar como fazer moldes de roupas femininas, em inúmeras variações, com muitos detalhes.

O trabalho se destina a quem já sabe fazer o molde base.

A autora parte daí e vai ensinando como transformar o molde base nos modelos apresentados.

Mas o molde base está em várias outras obras e o que a gente encontra nesse aqui vale ouro, realmente.

Tudo sobre mudança de pences, recorte e afastamento dos moldes (slash and spread) etc…

A gente passa a entender a lógica da modelagem, e começa a olhar para fotos de roupas e imaginar como chegar àquele resultado.  Ou seja, o livro ensina como pensar modelagem, o leitor não fica limitado aos modelos apresentados.

E tudo isso de uma forma clara e objetiva, sem aquele blá-blá-blá que muitos livros americanos têm….

É um livro que se guarda com muito carinho, não se empresta para ninguém, e que serve de referência e inspiração permanentes.

Imprescindível.

Uma das melhores compras que fiz nessa área.

E, apesar de o texto não estar em português, os desenhos são muito claros.  Acho que mesmo quem não leia em inglês vai entender tudo, sem problemas.

Recomendadíssimo.

Elis S A C

2 Comentários

Unknown Publicado em03:42 - 16 de agosto de 2016

Este comentário foi removido pelo autor.

Unknown Publicado em03:47 - 16 de agosto de 2016

oi amei as dicas me ajudarão bastante, principalmente da saia gôde, aliais não só ela todas. abraços,sucesso

Deixe um comentário para Unknown Cancelar resposta