Problemas com a máquina de costura? Linhas embolando? Tecido franzindo? Maquina travando? Bobina não enche? Máquina de Costura-Problemas e Soluções

Reuni todas as informações possíveis, para tornar esse tutorial completo, com um único objetivo: que a nossa maquina de costura, companheira do dia-dia, deixe a gente fazer o que a gente mais gosta: 

C-o-s-t-u-r-a-r!

Máquina de Costura-Problemas e Soluções

Essa é uma boa dica para entender a regulagem do ponto de costura. O ponto perfeito deve exercer a mesma pressão tanto na linha superior, linha verde, quanto na linha inferior, linha azul. Enquanto uma das linhas ou as duas linhas estiverem desreguladas -esticadas ou frouxas, pode acontecer de a costura franzir o tecido, deixar que um dos tecidos estique mais que o outro ou arrebentar a linha com o uso da roupa. A regulagem da máquina é de acordo com a linha desregulada: quando na linha superior o ajuste é feito na mola superior no braço da máquina, se a pressão for na linha inferior o ajuste é feito na mola da caixa de bobina.

Bom lembrar que tanto a agulha quanto a linha interferem na qualificação da costura.

Máquina de costura

1. A agulha perfura o tecido e desce até seu ponto mais baixo, transportando a linha do carretel.

2. A agulha sobe um pouco, fazendo com que a linha superior forme um pequeno laço.

3. A lançadeira gira, no sentido anti-horário, e pega esse laço, expandindo-o e fazendo com que ele envolva a caixa de bobina.

4. Nesse momento, a linha superior envolve a linha inferior (da bobina), formando o nó.

5. A agulha sobe até seu ponto mais alto e os guia-fios transportam a linha para cima, deixando o nó no meio do tecido.

Todo esse processo ocorre rapidamente e se repete várias vezes, formando as costuras.

Problemas e Soluções

SOS: Pontos disformes e embolados durante a costura.

Imagine a cena: você está terminando de costurar uma bela almofada e, ao terminá-la, percebe que os pontos da costura do lado avesso estão totalmente disformes e embolados! Você troca a bobina da linha, passa óleo na sua máquina, costura mais devagar, mas nada consegue fazer com que os pontos fiquem perfeitos?! Se isso já aconteceu com você, não se preocupe. A sua máquina não está com defeito, você só precisa trocar a lançadeira.

Lançadeira

A lançadeira é a pecinha da máquina de costura que segura a bobina com a linha. Se essa pecinha estiver solta ou gasta pelo uso, os pontos ficam disformes e embolados. Por isso, é importante observarmos a qualidade dos pontos que a máquina de costura está fazendo. Se os pontos passarem a ficar desiguais, a linha embolar com frequência na lançadeira, a lançadeira soltar ou sair do lugar, está na hora de trocá-la.Para ajudar a quem está com esse tipo de problema para costurar, eu montei um tutorial bem simples para mostrar quando e como trocar a lançadeira da sua máquina de costura!Quando eu devo trocar a lançadeira da minha máquina?

Quando os pontos da costura estiverem embolados ou disformes, ou quando a linha da bobina embola na lanceira, dificultando a costura.

Onde eu compro uma nova lançadeira? Em armarinhos ou lojas que vendam peças para máquinas de costura.

Observe a numeração da lançadeira.

Todas as lançadeiras são iguais?

Na verdade, não. Para não ter problemas na hora de comprá-la, basta retirar a lançadeira da sua máquina, levá-la até a loja e pedir uma igual ao vendedor. É importante observarmos a numeração da lançadeira, que fica na peça. A minha máquina, por exemplo, utiliza a lançadeira número 16.

Passo 1 – Observe a lançadeira. Ela está na posição correta para ser colocada na máquina.

Passo 2 – Lançadeira no lugar

Passo 3 – Pronto! Máquina de costura pronta para o uso!

Como trocar a lançadeira da minha máquina?

Primeiro desligue a máquina de costura da tomada, abra a parte de metal onde fica a bobina de linha e retire a lançadeira. Se ela precisa ser trocada, ela sairá facilmente. Em seguida, encaixe a nova lançadeira.

Eu comprei uma nova lançadeira mas não consigo encaixá-la. E agora?

Observe a numeração da sua lançadeira antiga e a numeração da nova. Se os números forem diferentes, ela não irá encaixar. Se os números forem o mesmo e ainda assim houver dificuldade para encaixá-la, tenha calma e tente novamente. Observe se ela está na posição correta.

De quanto em quanto tempo eu devo trocar a minha lançadeira?

Depende do quanto você costura. Quanto maior o uso da máquina, com mais frequência ela precisará ser trocada. Eu sempre troco a minha quando percebo que os pontos estão ficando disformes. Como eu costuro de 3 a 4 vezes por semana, eu tenho que trocar a lançadeira mais ou menos de 3 em 3 meses.

Não se esqueça: cuide bem da sua máquina de costura! Assim ela ficará com você por muito tempo. Não se esqueça de limpá-la e lubrificá-la com frequência!

Créditos: Dicas de Thaís Melo

Quem nunca passou por isso ?

Você senta para costurar toda feliz e contente. Pisa no pedal e o ponto ‘parece’ que ficou ok porque a parte de cima, visível, tá linda. Mas na hora que vira o tecido do avesso, pânico: a linha criou vida própria e ficou toda solta, ou pior, embolada na parte de trás.

Sempre que a linha fica solta ou embolada só na parte de trás do tecido, o problema provavelmente é na passagem da linha na parte de cima da máquina.

No caso acima o ponto todo frouxão porque esqueceu de passar a linha por aquele bracinho de metal sobe e desce (veja onde ela aponta com o dedo na foto). Então fica a dica, se a costura estiver toda problemática e embolada só no verso, cheque se cumpriu todo o caminho da linha na parte superior máquina.

Se o ponto não embola mas fica todo solto, desmanchando, geralmente o problema é a linha da bobina, que foi mal passada. Veja se não esqueceu de enganchar o o fio naqueles dois dentinhos da caixa. Isso é um vacilo bem comum das costureiras de primeira viagem.

Calma que os problemas não acabaram ainda. Também pode acontecer do ponto ficar aparentemente ruim e repuxado tanto atrás como na frente, vejam as fotos seguintes:

O que aconteceu aqui é que tentamos costurar um tecido fino com a máquina ajustada numa tensão muito apertada.

O botão que regula a tensão é este, que fica na frente de todas as máquinas de costura mais próximo ao encaixe da agulha. Nas máquinas domésticas, ele geralmente cobre uma mola que puxa o fio e dá a tensão do ponto. Já nas industriais a mola fica bem visível, como na foto acima.

Ajustamos a tensão e fomos testando em um retalhinho até chegar numa tensão ideal.

Resumo da ópera. Se seu ponto sair todo esquisito, embolado, repuxado, cheque direitinho a passagem de linha antes de estressar e pensar em levar a máquina na assistência técnica. Na grande maioria dos casos o problema não é a máquina e sim um simples fio que voce deixou fora do caminho.

Mas fiquem tranquilas que costura é aquele tipo de coisa que a prática leva sim à perfeição. Quando estiverem acostumadas a pilotar a suas máquinas da pra saber, só de ouvir um barulho estranho, em qual parte a linha foi mal passada.

Evite Problemas

1º MANTENHA A MÁQUINA LIMPA: Se a máquina está toda suja por fora, imagina por dentro! Limpe a sua máquina com um pano úmido e com o auxílio de uma pinça e um pincel (algumas máquinas vêm com esses utilitários). Retire a caixa de bobina, limpe os dentes, deixe tudo em dia. Se você usa muito a máquina essa limpeza precisa ser mais frequente do que quem usa pouco;

2º LUBRIFICAÇÃO: Toda máquina precisa ser lubrificada de tempos em tempos. Há máquinas (principalmente industriais) que têm a lubrificação automática. Para as que não tem, basta alguns pinguinhos para ela ficar boa. NÃO USE ÓLEO DE COZINHA. Os óleos lubrificantes especiais para as máquina são baratos e duram bastante. Quem tiver dúvida sobre como lubrificar a sua máquina, dá uma olhadinha no manual que lá diz. Para quem tem industrial, é necessário trocar aquele óleo que fica embaixo pelo menos 1 vez por ano (no caso da costura reta).

Após a lubrificação, costure com um tecido velho, pois o óleo pode escorrer e manchar a peça;

3º LEVE-A NO MECÂNICO: Essa dica vale para todas, mas principalmente para quem usa muito a máquina: é importante levá-la no mecânico para fazer uma revisão e dar um regulada. As vezes a gente nem nota que ela está com alguma falha aqui ou ali, então é importante que as vezes um profissional veja se está tudo ok, prevenindo estragos maiores;

4º NA DÚVIDA, NÃO MEXA: Quem aí nunca quis abrir a máquina toda, principalmente na hora da limpeza ou então quando enrolou mais linha do que devia por dentro? Mas na dúvida, não desmonte o que você pode não saber montar. O risco de montar tudo errado é grande, e o estrago que isso causa pode ser maior do que a gente pensa.

5º CUIDADO COM AGULHAS TORTAS: . Uma agulha torta pode estragar a caixa de bobina . Usar as agulhas corretas e sempre em bom estado fará com que a máquina trabalhe eficientemente. É bom sempre se informar sobre qual agulha é ideal para cada tipo de tecido.

6º PASSAGEM CORRETA DA LINHA: Certamente todas nós já embolamos linha na bobina. Isso na maioria das vezes acontece porque a linha está mal passada. E linha que embola na bobina, aumenta o risco de estragar a máquina, principalmente aquelas em que a dona é ansiosa e puxa tudo na pressa ;

7º CONSULTE O MANUAL: O manual deve sempre ser consultado em caso de qualquer dúvida. Ele foi escrito por quem realmente entende da sua máquina, então é a melhor fonte de consulta. MÁQUINA PÁRA OU TRAVA

Causas

a) Máquina sem lubrificação.

b) Linha na lançadeira.

c) Linha na polia do motor ou na polia da máquina.

d) Correia quebrada.

e) Engrenagem do Licitar com defeito.

Correções propostas

a) Lubrificar a máquina e verificar o sistema de lubrificação.

b) Desmontar a lançadeira e retirar a linha.

c) Retirar a linha.

d) Trocar a correia .

e) Verificar a engrenagem.

COSTURA FRANZIDA OU ENCOLHIDA

Causas

a) Agulha e orifício da chapa da agulha em desacordo.

b) Linha imprópria.

c) Ponto muito curto.

d) Máquina de ponto fixo inadequada.

e) As tensões muito apertadas.

f) Linha da bobina enrolada com muita tensão.

g) Calcador segura o material superior.

Correções propostas

a) Usar agulhas finas com pontas redondas, que estejam de acordo com o orifício da chapa da agulha.

b) Usar linha de poliéster fiada, ou linha fina.

c) Aumentar o comprimento do ponto.

d) Usar máquina de ponto corrente.

e) Regular as tensões corretamente.

f) Verificar a tensão do enchimento da bobina. Usar linha com menos elasticidade.

g) Escolher outro sistema de alimentação.


MARCAS NO TECIDO

Causas

a) Agulha em más condições.

b) A ponta da agulha é imprópria para o tecido.

c) Calcador com muita pressão.

d) Chapa da agulha ou calcador ásperos e com rebarbas.

e) Dentes impelentes gastos.

f) Vazamento de óleo.

Correções propostas

a) Trocar a agulha.

b) Trocar por agulha com ponta adequada.

c) Regular a pressão do calcador.

d) Lixar e polir a chapa da agulha ou o pé do calcador.

e) Substituir os dentes.

f) Observar as instruções sobre manutenção. Não usar óleo muito fino.

ALIMENTAÇÃO FALHA

Causas

a) Falha no ajuste do movimento dos dentes.

b) Movimento ascendente insuficiente dos dentes impelentes.

c) Sujeira na parte inferior dos dentes impelentes sob a chapa da agulha.

d) O formato dos dentes é impróprio ou estão gastos.

e) Conjunto de regulagem do comprimento do ponto solto.

f) Pressão falha do calcador.

g) Calcador não está em posição correta em relação aos dentes impelentes, ou é impróprio para eles.

Correções propostas

a) Ajustar o sincronismo dos dentes.

b) Ajustar a altura dos dentes acima da chapa da agulha.

c) Retirar a chapa e limpar os dentes.

d) Trocar os dentes impelentes.

e) Ajustar o conjunto.

f) Regular a pressão do calcador.

g) Ajustar ou trocá-lo por calcador adequado.

PONTO FROUXO OU EMBARAÇADO

Causas

a) Pouca tensão na linha superior ou inferior.

b) Ranhuras nos discos de tensão.

c) Sujeira entre os discos de tensão.

d) Mola oscilante do conjunto de tensão quebrada ou desajustada.

e) Interferência na livre rotação da bobina.

f) Gatilho da caixa da bobina solto.

g) Enchimento da bobina irregular.

h) Lançadeira sem lubrificação.

Correções propostas

a) Regular a tensão corretamente.

b) Trocar os discos.

e) Limpar o conjunto de tensão.

d) Trocar ou ajustar a mola de retensão.

e) Verificar a bobina e sua caixa, ou trocá-la.

E) Colocar a caixa da bobina corretamente.

g) Regular o enchedor da bobina para obter um enchimento uniforme.

h) Lubrificar a lançadeira.

QUEBRA DE AGULHA

Causas

a) Agulha com tamanho impróprio para o tipo de linha ou do tecido.

b) Agulha empenada.

c) Calcador descentralizado em relação a agulha.

d) Má colocação da caixa da bobina.

e) Agulha muito fina para o material.

f) Contato da agulha com outras peças.

g) Necessidade de puxar o material com a mão durante a costura.

h) Alimentação fora de sincronismo.

i) A máquina topa em costuras sobrepostas.

j) Mal ajustamento ou uso errado dos acessórios.


Correções propostas

a) Trocar a agulha por uma agulha adequada.

b) Trocar a agulha.

c) Centralizar corretamente o calcador.

d) Colocar a caixa da bobina corretamente.

e) Trocar por agulha adequada.

f) Verificar e chapa da agulha e a lançadeira.

g) Verificar o sistema de alimentação, e demonstrar a operadora.

h) Sincronizar.

i) Use a velocidade adequada.

j) Ajustar ou trocar por acessórios adequados.


FALHA DE PONTO

Causas

a) A tensão superior tem muita pressão.

b) O movimento da mola oscilante muito alto.

c) Agulha empenada.

d) Algum defeito na formação da laçada.

e) Agulha em falsa posição, outro tipo, ou muito fina.

f) Sujeira na lançadeira, na bobina, ou nas suas áreas.

g) Linha não enfiada em todas as passagens.

h) Existe flanagem do tecido.

i) A chapa da agulha mio combina com a agulha.

j) A barra da agulha esta empenada.

k) A linha da agulha está muito elástica.

l) Falta de sincronização da agulha com a lançadeira.

m) Agulha desviada pelo calcador.

n) A chapa da agulha com flexão para baixo.

Correções propostas

a) Dar tensão correta.

b) Ajustar a mola oscilante.

c) Trocar a agulha.

d) Verificar a formação da laçada.

e) Verificar a agulha e enfiá-la corretamente.

f) Limpar a lançadeira, a caixa da bobina e a bobina.

g) Enfiar a linha corretamente.

h) Aumentar a pressão do calcador.

i) Combinar a agulha com a chapa da agulha corretamente.

j) Trocar a barra da agulha.

k) Trocar por linha adequada.

l) Ajuste a sincronização.

m) Ajustar o calcador.

n) Retificar a chapa da agulha.Créditos: Bilioteca daCostura

A Máquina de costura – problemas freqüentes com a linha, o que fazer?

A Máquina de costura – problemas freqüentes com a linha, o que fazer?

Como resolver os problemas mais freqüentes com a máquina de costura. LINHA

Ao iniciar uma costura, a linha emaranha-se

1. É provável que a linha e/ou o tecido tenham sido arrastados para a

zona da bobina. Faça girar várias vezes a roda de mão para a frente e para trás, a fim de libertar o material que ficou preso; retire-o e retome o trabalho. Para evitar que a linha se emaranhe ao começar uma costura, tome as seguintes precauções: introduza a agulha no tecido antes de baixar o pé calcador; certifique-se de que a linha da agulha e a da bobina passam para trás e em diagonal sob o pé calcador; segure as pontas das duas linhas durante os primeiros pontos. (Em tecidos muito macios ou escorregadios é preferível não dar pontos atrás ao iniciar a costura.)

2. A agulha pode não estar corretamente enfiada.

3. A chapa da agulha utilizada pode não ser a indicada; por exemplo, pode apresentar um orifício excessivamente grande para tecidos delicados ou leves.A linha emaranha-se durante o trabalho

1. Pode acontecer que a lanugem proveniente da zona da bobina seja arrastada quando se formam os pontos. Limpe a zona da bobina.

2. A linha da bobina pode estar prestes a acabar. Substitua a bobina por outra com linha enrolada.

3. A linha da agulha e a da bobina podem não se encontrar devidamente enfiadas e/ou a tensão pode ser inadequada.

4. A chapa da agulha pode não ser a indicada.

5. O sistema de sincronização da máquina pode estar desligado (T).

A linha emaranha-se no final da costura

1. O tecido e a linha podem estar sendo empurrados para a zona da bobina, dando origem a nós. Faça girar várias vezes a roda de mão para a frente e para trás, a fim de os libertar; em seguida, retire o emaranhado.

2. De um modo geral, é aconselhável parar a máquina logo que se atinja a beirada do tecido — casO contrário, as linhas poderão emaranhar-se na zona da bobina.


A linha da agulha parte-se

1. Normalmente, este problema surge quando a agulha se encontra colocada ou enfiada ao contrário.

2. A linha pode ter ficado presa na ranhura do carretei ou ter-se enrolado em torno do porta-carretéis.

3. Pode haver asperezas ou rebarbas numa guia da linha, no pé calcador, no orifício da agulha ou no da chapa desta. Substitua as peças que não estiverem em perfeitas condições.

4. A agulha pode estar rombuda.

5. A agulha pode não se encontrar completamente inserida no suporte.

6. A agulha pode ser demasiado fina para a linha, desfiando-a. Acontece frequentemente com torçal de seda.

7. A linha pode estar velha e ressequida — com o tempo, o algodão tem tendência a tornar-se quebradiço.

8. A linha pode ter um nó, o que não permitirá que passe numa das guias de linhas ou através do orifício da agulha.

A linha da bobina parte-se

1. A caixa da bobina pode não se encontrar devidamente provida de linha e/ou corretamente colocada.

2. A bobina pode ter linha em excesso.

3. Verifique se a caixa da bobina tem qualquer sujeira ou obstrução.

4. Pode haver qualquer aspereza no orifício da chapa da agulha, tornando-se necessária a substituição desta.

5. A tensão da bobina pode ser demasiada.

6. A bobina ou a respectiva caixa podem estar danificadas (T).

Não é possível fazer passar a linha da bobina através do orifício da chapa da agulha

1. A caixa da bobina pode não se encontrar corretamente provida de linha ou devidamente colocada.

2. A ponta da linha proveniente da caixa da bobina pode não ter comprimento suficiente que permita puxá-la para cima. A ponta deve medir sempre vários centímetros.

3. A agulha pode estar mal colocada.

4. Repita todas as operações de enrolamento da linha e colocação da bobina para se certificar de que não cometeu nenhum erro. Para puxar a linha da bobina, deve manter-se esticada a linha da agulha, girar seguidamente a roda de mão e, finalmente, quando aparecer a laçada, desfazê-la para que a ponta da linha da bobina fique solta.

T: significa necessidade de recorrer aos serviços de um técnico.

A Máquina de costura não costura, o que fazer?

A Máquina de costura não costura, o que fazer?

Como resolver os problemas mais freqüentes com a máquina de costura.

O motor funciona, o volante, a agulha e o tecido movem-se, mas não se forma qualquer ponto

1. A agulha pode não estar enfiada.

2. A agulha pode não estar corretamente enfiada.

3. A agulha pode estar colocada ao contrário ou não se encontrar completamente inserida no suporte.

4. O comprimento da agulha pode não ser o indicado para a máquina. As máquinas produzidas nos últimos vinte anos utilizam, na sua maioria, uma agulha de tamanho padronizado. Algumas mais antigas, porém, necessitam de agulhas com um tamanho especial. Neste caso, terá de encontrar um fornecedor deste tipo de agulhas.

5. A máquina pode não estar corretamente enfiada.

6. A bobina pode estar vazia.

7. A bobina e/ou a caixa podem estar colocadas de um modo incorreto.

8. O sistema de sincronização da máquina pode estar desligado (T).

T: significa necessidade de recorrer aos serviços de um técnico.

Costura – A Bobina interna não enrola, como arrumar?

Costura – A Bobina interna não enrola, como arrumar?

Como resolver os problemas mais freqüentes da bobina de costura

Bobina (enrolamento Interior)

A bobina não enrola

1 – A máquina pode não estar ligada à corrente elétrica.

2 – Verifique se a linha se partiu ou se está convenientemente presa.

3 – A ponta da linha pode não estar presa ao parafuso do pé calcador.

4 – O mecanismo de enrolamento pode não estar ligado. Verifique o

botão de acionamento.

5 – A agulha pode não estar enfiada ou estar colocada na máquina de uma forma incorreta.

6 – A regulagem da máquina pode não ser a indicada para o enrolamento da bobina. Consulte o livro de instruções (manual).

A Máquina de costura não costura, o que fazer?

A Máquina de costura não costura, o que fazer?

O motor funciona, o volante, a agulha e o tecido movem-se, mas não se forma qualquer ponto

1. A agulha pode não estar enfiada.

2. A agulha pode não estar corretamente enfiada.

3. A agulha pode estar colocada ao contrário ou não se encontrar completamente inserida no suporte.

4. O comprimento da agulha pode não ser o indicado para a máquina. As máquinas produzidas nos últimos vinte anos utilizam, na sua maioria, uma agulha de tamanho padronizado. Algumas mais antigas, porém, necessitam de agulhas com um tamanho especial. Neste caso, terá de encontrar um fornecedor deste tipo de agulhas.

5. A máquina pode não estar corretamente enfiada.

6. A bobina pode estar vazia.

7. A bobina e/ou a caixa podem estar colocadas de um modo incorreto.

8. O sistema de sincronização da máquina pode estar desligado (T).

T: significa necessidade de recorrer aos serviços de um técnico.

A Máquina de costura não puxa o tecido, o que fazer?

A Máquina de costura não puxa o tecido, o que fazer?

Como resolver os problemas mais freqüentes com a máquina de costura.

O motor funciona, o volante e a agulha movem-se, mas o tecido não é impulsionado

1. Certifique-se de que o pé calcador foi abaixado.

2. Verifique o seletor do comprimento do ponto. Pode estar regulado para 0.

3. O seletor da pressão pode encontrar-se na posição 0 ou cerzir, quando deveria estar regulado para uma pressão leve. No caso de tecidos pesados, poderá ser necessária uma pressão maior para que se verifique o avanço do tecido.

4. O impelente pode encontrar-se numa posição demasiado baixa ou descido.

A agulha da Máquina de costura não se move, o que fazer?

A agulha da Máquina de costura não se move, o que fazer?

O motor funciona, o volante gira, mas a agulha não se move

1. A agulha pode ter sido descomandada para a operação de enrolamento da bobina, não tendo sido novamente ajustada para a posição de costurar.

2. Se, apesar de ajustada, a agulha não se mover, é porque a correia de acionamento salta por estar frouxa ou gasta (T).

O motor funciona, mas o volante mantém-se imóvel

Pode haver linhas ou fios presos ou emaranhados na zona da bobina. Normalmente, é possível soltá-los fazendo girar várias vezes a roda de mão para a frente e para trás. Se esta medida não funcionar, retire a chapa da agulha, a bobina e respectiva caixa e, com uma pinça, remova todas as Iinhas e fios. Em seguida, coloque uma gota de óleo de máquina no compartimento da caixa da bobina e ponha a máquina em funcionamento sem, no entanto, utilizar linha ou tecido. A máquina fica assim livre de quaisquer fios ou sujeira que possam ainda existir. Com o auxílio de um pincel ou de um cotonete, limpe a parte que lubrificou. Se a máquina parar, retire o tecido imediatamente para evitar que as linhas se acumulem na bobina.

O motor não funciona

1. O fio, ou não está ligado à corrente, ou está ligado a uma tomada sem corrente.

2. O interruptor (existente em algumas máquinas mais modernas) encontra-se na posição de desligado.

3. O controlador de joelho ou de pé pode estar bloqueado ou indevidamente ligado à corrente.

4. Se não conseguir resolver o problema seguindo as instruções anteriores, pode ser o caso de existir um fio elétrico solto ou partido no controlador de joelho ou de pé ou em qualquer outra parte do sistema elétrico (T).

T: significa necessidade de recorrer aos serviços de um técnico.

A Máquina de costura está danificando o tecido, como arrumar

A Máquina de costura está danificando o tecido, como arrumar

Como resolver os problemas mais freqüentes com o tecido na costura

O tecido apresenta-se danificado (com fios puxados ou orifícios em volta dos pontos)

1. A agulha pode estar rombuda ou ter rebarbas, ser excessivamente grossa para o tecido ou ter uma ponta do tipo não indicado para o tecido.

2. Verifique se existe qualquer rebarba no pé calcador ou no impelente ou algum defeito na chapa da agulha — especialmente no orifício onde penetra a agulha. Substitua as peças danificadas.

Máquina de costura – Os dentes do pé calcador marcam o tecido na parte inferior

Máquina de costura – Os dentes do pé calcador marcam o tecido na parte inferior

Como resolver os problemas mais freqüentes com o tecido na costura

Os dentes marcam o tecido na parte inferior

1. Pressão excessiva do pé calcador.

2. Se, depois de diminuir a pressão, aparecerem ainda marcas no tecido, coloque papel de seda entre o tecido e o impelente.

3. O impelente pode não estar em perfeitas condições ou numa posição muito elevada (T).

T: significa necessidade de recorrer aos serviços de um técnico.


Máquina de costura – O tecido franze ao ser costurado, como arrumar

Como resolver os problemas mais freqüentes com o tecido na costura

O tecido franze ao ser costurado

1. Numerosos tecidos franzem quando costurados.

2. Não se deve utilizar um ponto excessivamente comprido em tecidos finos ou muito leves; também a pressão do pé calcador deve ser aliviada.

3. No caso de tecidos de estrutura compacta ou de malha apertada, o aparecimento de franzido indica que o ponto está excessivamente curto.

4. A linha pode ser demasiado grossa para o tecido.

5. A agulha pode ser demasiado grossa para o tecido.

6. A bobina pode estar enrolada de uma forma irregular.

7. A tensão do ponto pode estar desequilibrada.

8. No caso de uma malha leve e extensível, aplique um pouco de tensão superficial.

9. No caso do ponto reto, utilize o pé calcador para ponto reto e a respectiva chapa da agulha.

10. Se os ajustamentos não funcionarem, é porque, provavelmente, o impelente se encontra dessincronizado (T).

T: significa necessidade de recorrer aos serviços de um técnico.

Máquina de costura – O avanço não se anda em linha reta

Máquina de costura – O avanço não se anda em linha reta

Como resolver os problemas mais freqüentes com o tecido na costura

O avanço não se processa em linha reta

1. O pé calcador pode estar frouxo.

2. O pé calcador pode estar torcido. Embora por vezes seja possível endireitá-lo. é preferível adquirir um novo, dado que não representa uma grande despesa.

3. Pressão do pé calcador excessiva ou insuficiente.

4. A agulha pode estar curva.

5. O avanço pode não estar a processar-se em perfeitas condições (T).

6. O tecido pode estar sendo puxado ou empurrado, interferindo com o movimento do impelente.

7. Para o ponto reto utilize, se possível, o pé para o ponto reto e a respectiva chapa da agulha.

T: significa necessidade de recorrer aos serviços de um técnico.

Máquina de costura – O tecido não se move uniformemente, como arrumar

As camadas do tecido não se movem uniformemente

1. A pressão do pé calcador pode ser excessiva ou insuficiente.

2. Pode ser necessário costurar mais devagar ou exercer maior pressão na parte superior.

3. Normalmente, é possível resolver este problema pregando alfinetes de 10 em 10 cm e colocando-os de modo que formem ângulo reto com a costura. É preferível ir retirando os alfinetes à medida que a costura se aproxima, especialmente no caso de tecidos pesados; em tecidos leves ou de peso médio, poderá costurar sobre os alfinetes.

4. Utilize papel de seda quando costurar tecidos aderentes ou muito leves.

5. Existem acessórios destinados a manter um avanço uniforme com todos os tipos de tecido, incluindo tecidos com pêlo ou escorregadios.

6. Para o ponto reto utilize, se possível, o pé para o ponto reto e a respectiva chapa da agulha.

Costura – A linha da bobina interna enrola toda na costura, como arrumar

Costura – A linha da bobina interna enrola toda na costura, como arrumar


Como resolver os problemas mais freqüentes da bobina de costura Bobina (enrolamento Interior)

A linha emaranha-se durante o enrolamento

1. As duas partes da bobina (em modelos deste tipo) podem estar incorretamente aparafusadas uma à outra.

2. O processo de enrolamento pode não ser o indicado.

3. A regulagem e o enfiamento da máquina podem não estar corretos.

4. A ponta da linha pode não se encontrar devidamente presa. Recomece, tendo o cuidado de prender bem a ponta da linha no momento de começar.

Costura – A linha da bobina interna se parte, como arrumar

Costura – A linha da bobina interna se parte, como arrumar


Como resolver os problemas mais freqüentes da bobina de costura Bobina (enrolamento Interior)

A linha da bobina parte-se

1 – A máquina pode estar funcionando a uma velocidade excessiva.

2 – A regulagem pode estar incorreta.

3 – A máquina e/ou a agulha podem estar mal enfiadas.

4 – Verifique se a bobina, chapa da agulha e/ou a agulha apresentam deficiências. Substitua as peças que não se encontrem em perfeitas condições.

5 – A agulha pode estar a tocar no pé calcador ou na chapa da agulha.

Costura – A bobina interna tem enrolamento irregular, como arrumar

Bobina interna com enrolamento irregular

1 – A regulagem da máquina pode não ser a indicada.

2 – A máquina pode não estar bem ajustada.

3 – É possível que a máquina esteja funcionando a uma velocidade excessiva.

A Máquina de costura está lenta, o que fazer?

A Máquina de costura esta lenta, o que fazer?

Funcionamento lento

1. O enrolador da bobina pode encontrar-se ainda ligado.

2. O controlador de joelho ou de pé pode estar colocado numa posição indevida.

3. Pode ser necessário lubrificar e/ou limpar a máquina.

4. A correia do motor pode estar gasta (T).

5. O controle elétrico pode ter um fio solto ou necessitar de ajustamento (T)

T: significa necessidade de recorrer aos serviços de um técnico.

A Máquina de costura faz muito barulho, o que fazer?

Como resolver os problemas mais freqüentes com a máquina de costura.

Funcionamento ruidoso

1. Muito provavelmente, a máquina necessita de lubrificação e/ou de limpeza.

2. A agulha pode estar curva, o que a levará a bater no pé calcador ou na chapa da agulha.

3. A bobina e/ou a respectiva caixa podem não se encontrar devidamente apertadas.

4. A bobina pode estar prestes a ficar vazia.

A Máquina de costura não faz o retrocesso, o que fazer?

A máquina não dá ponto de retrocesso

1. Se a máquina for muito antiga, é possível que não possa executar este tipo de ponto.

2. Se o modelo for recente, verifique o seletor do ponto. Pode estar regulado para ponto flexível ou para casear; por vezes, não é possível inverter manualmente estes pontos.


Máquina de costura problemas freqüentes com a agulha, o que fazer?

Como resolver os problemas mais freqüentes com a máquina de costura.

A agulha desenfia-se

1. Possivelmente, a quantidade de linha passada através da agulha antes de iniciar o trabalho não foi suficiente.

2. O carretel que fornece linha à agulha pode estar vazio.

A agulha se parte

1. Podem não estar sendo utilizados o pé calcador e/ou a chapa da agulha adequados para o tipo de ponto (por exemplo, pé para ponto reto e chapa da agulha para ponto de ziguezague).

2. O pé calcador e/ou a chapa da agulha podem estar soltos ou deficientemente apertados.

3. A agulha pode ter entortado, o que a levou a bater no pé calcador e/ou na chapa da agulha.

4. A agulha pode estar incorretamente inserida no suporte.

5. A agulha pode ser excessivamente fina para o tecido e para o tipo de trabalho em curso.

6. Ao costurar, pode ter puxado o tecido com demasiada força.

7. Verifique as várias regulagens da máquina. Podem não ser as indicadas ou terem sido alteradas acidentalmente durante o trabalho.

8. A agulha pode ter qualquer defeito.

Máquina de costura problemas freqüentes com o seletor de pressão, o que fazer?

Máquina de costura problemas freqüentes com o seletor de pressão, o que fazer?

SELETOR DA PRESSÃO

Dificuldade de ajustamento

1. O pé calcador pode não ter sido descido antes de se proceder à alteração da pressão.

2. O seletor da pressão pode estar regulado para o máximo. Tente girá-lo em sentido inverso. Se esta medida não der resultado é necessário recorrer aos serviços de um técnico.

Máquina de costura problemas freqüentes com a chapa corrediça, o que fazer?

Como resolver os problemas mais freqüentes com a máquina de costura.


CHAPA CORREDIÇA

A chapa corrediça cai

1. A chapa corrediça pode não se encontrar devidamente colocada.

2. A mola que mantém a chapa corrediça em posição pode estar torcida ou partida. Se estiver torcida, talvez consiga fazê-la retomar a forma original. Se estiver partida, substitua-a por uma nova.

3. Nunca se esqueça de fechar a chapa corrediça antes de guardar a máquina dentro da caixa.

Máquina de costura problemas freqüentes com os pontos, o que fazer?

Máquina de costura problemas freqüentes com os pontos, o que fazer?

PONTOS

Pontos de tamanho irregular

1. Pode estar a puxar ou a empurrar demasiado o tecido.

2. A pressão do pé calcador pode ser insuficiente ou excessiva para o tecido.

3. Pode haver fios ou qualquer outra obstrução no impelente.

4. Pode tratar-se. na realidade, de pontos em falso.

A Máquina de costura forma laçadas no tecido, o que fazer?

A Máquina de costura forma laçadas no tecido, o que fazer?


Aparecem laçadas entre os pontos

1. Se as laçadas forem grandes, a maquina não está corretamente enfiada. As laçadas no lado inferior do tecido indicam que a linha não se

encontra convenientemente colocada entre os discos tensores da parte superior da máquina. As laçadas na parte superior do tecido acontecem devido à linha da bobina não estar introduzida corretamente na caixa da bobina.

2. Se as laçadas forem pequenas, a tensão superior e a inferior não estão equilibradas. Se as laçadas surgirem na parte inferior do tecido, aumente a tensão da linha da agulha (ou diminua a tensão da linha da bobina, caso o livro de instruções indique a maneira de o fazer). Se as laçadas aparecerem na parte superior do tecido, diminua a tensão da linha da agulha (ou aumente a tensão da linha da bobina, se possível).

3. A bobina pode não se encontrar devidamente enrolada.

4. A pressão pode ser insuficiente para manter o tecido esticado durante a formação dos pontos.

5. Pode tratar-se de um problema de sincronização ou de qualquer afinação que exija a assistência de um técnico.

A Máquina de costura arrebenta os pontos de costura, o que fazer?

A Máquina de costura arrebenta os pontos de costura, o que fazer?

Os pontos arrebentam ou apresentam-se salientes num tecido de malha ou num tecido que estique

1. Os tecidos com elasticidade requerem uma linha «elástica», como, por exemplo, linha sintética.

2. Se os pontos rebentarem mesmo utilizando este tipo de linha, experimente esticar ligeiramente o tecido enquanto o costura.

3. O comprimento do ponto e/ou a tensão podem ser inadequados.

4. Se a sua máquina permitir executar ponto flexível, experimente costurar com esse tipo de ponto.

A Máquina de costura forma Pontos em falso, o que fazer?

A Máquina de costura forma Pontos em falso, o que fazer?

Pontos em falso

1. Os pontos em falso devem-se normalmente a uma agulha de tipo ou de tamanho inadequado para o tecido que está a ser costurado.

2. A agulha pode estar rombuda ou torta.

3. A agulha pode ter sido colocada ao contrário ou não se encontrar completamente inserida no suporte.

4. Mesmo que aparentemente não haja qualquer problema com a agulha, a lanugem ou a goma do tecido podem ter-se acumulado sobre ela. Este fato pode ocorrer ao trabalhar com certas fibras sintéticas ou tecidos de vinco permanente, ou ainda ao costurar tecidos aderentes. Limpe a agulha ou substitua-a.

5. A pressão do pé calcador pode ser insuficiente.

6. A chapa da agulha pode não ser a indicada para o ponto pretendido.

7. Pode estar costurando a uma velocidade irregular.

8. Pode estar puxando o tecido com muita força ao costurar.

A Máquina de costura -ponto ziguezague franze , o que fazer?

Como resolver os problemas mais freqüentes com a máquina de costura.

Os pontos de ziguezague franzem o tecido ou fazem pregas

1. É provável que a tensão seja excessiva. A maioria dos pontos de ziguezague requer uma tensão mais reduzida.

2. O tecido pode ser demasiado fino ou leve para a largura do ponto empregado. Utilize um tecido de suporte ou reduza a largura do ponto.

3. Os pontos podem estar excessivamente desequilibrados.

4. A pressão pode ser excessiva ou insuficiente.

5. O ponto de ziguezague pode ser absolutamente contra-indicado para o tecido.Experimente outro tipo de ponto.

Créditos: Aulas de Corte e costura

Diga adeus à linha embolada!

A linha embolada é um problema de certa forma comum quando estamos costurando (principalmente para quem está começando a se aventurar na costura).

 

Pode acontecer tanto na parte de baixo do tecido como em cima, mas o que interessa é que ninguém quer uma costura com pontos soltos e embolados! Rs

Mesmo costurando há mais de 5 anos, isso aconteceu comigo semana passada e quase me descabelei até achar a solução (que no final era a mais simples de todas! rs), por isso resolvi fazer este post, para ajudar as amigas também 😉

Vamos aprender então como arrumar ou evitar que este problema de linha embolada aconteça?

Esta situação pode acontecer por algumas causas.

Vou listar algumas, espero poder ajudar quem estiver em apuros 😉

1) Bobina incompatível com a sua máquina

Por incrível que pareça, as vezes acabamos “rachando a cabeça” de pensar e o problema é simples de tudo (foi o que aconteceu comigo semana passada, rs).

Simplesmente pode acontecer de você estar utilizando uma bobina maior ou menor do que a sua máquina comporta.

Exemplo de uma bobina maior:

Muitas vezes isso acontece quando compramos um saco de bobinas a parte, ou não especificamos qual é o nosso modelo de máquina.

Se seu problema for este, basta colocar a bobina que encaixe corretamente e problema resolvido!

2) Linha passada de forma incorreta na bobina

Geralmente quando a linha fica embolada na parte de cima do tecido, o problema pode ser na forma que você passou a linha na bobina.

A posição correta da bobina é com a linha sempre saindo para o lado esquerdo (esquerdo considerando você olhando para a bobina). Aí você passa a linha por estas duas cavidades sinalizadas abaixo (na ordem indicada abaixo):

 

Se você fez isso corretamente e ainda assim está tendo problemas, pode ser que a linha tenha ficado embolada na própria bobina, ou seja, na hora que você foi encher a bobina.

Para encher a bobina corretamente, lembre-se que sempre você deve segurar firme a linha que sobra para cima, se deixar meio “frouxa” pode ser que a linha embole na bobina.

3) Linha passada de forma incorreta na máquina

Quando o embolado de linha acontece na parte de trás do tecido, pode ser que o problema tenha sido na passagem de linha, inclusive na tensão da máquina.

Coloco abaixo uma imagem sinalizando 2 locais que se a linha foi passada errada, podem ocasionar este tipo de problema:

4) Falta de óleo na máquina

Não sei ao certo de a falta de óleo pode de fato ocasionar o embolamento de linha, mas sei que se não colocamos óleo (de máquina! Não óleo de cozinha! Rs) com a frequência devida em nossas máquinas, elas podem não apresentar o melhor resultado.

Espero ter ajudado de alguma forma as que já tiveram este tipo de problema. É a melhor coisa quando conseguimos resolver estas eventualidades com rapidez!

Créditos: Pedaços de Sonhos/  Biblioteca da Costura / My own landscape dreams / Aulas de Corte e Costura

6 comentários em “Problemas com a máquina de costura? Linhas embolando? Tecido franzindo? Maquina travando? Bobina não enche? Máquina de Costura-Problemas e Soluções”

  1. bom dia
    Parabéns pelo blog.
    Deixe me apresentar:
    Sou Carlos, inspetor de assistência técnica Singer.
    gostaria de corrigir duas descrições erradas no seu blog
    1- a peça descrita (preta) como lançadeira… está errada a descrição. O nome dela é caixa de bobina
    e semelhante a foto só existem dois modelos: a apollo (essa do seu blog) e que é usada em 90% das maquinas Singer (código 421325), e a surefit (código: 359841) que usa em outo modelo de maquina. (existem outros modelos que são diferentes da foto)
    2 – este numero que vc descreve como modelo…
    tá errado,
    esse numero é o numero de serie da maquina que estampa as peças na fábrica, dificilmente vc encontrará caixa de bobina com o mesmo numero, pois é um numero de serie, ele serve para que a Singer possa controlar problemas. Ex. Se um lote sai com defeito, ela sabe qual foi a maquina que estampou a peça e assim recolhe o lote.
    Assim ao comprar a peça, se dirija de preferencia a Assistência técnica Singer. Só compre peça Original, para que a maquina dê a regulagem de ponto perfeita, que seria, modelo apolo ou modelo Surefit.
    Espero ter ajudado.
    Corrija por favor essa descrição no Blog para não passar um conhecimento errado.
    Obrigado
    Att.
    Carlos

  2. A MINHA MAQUINA FACILITA DA SINGER ESTÁ COM A AGULHA BATENDO NA CHAPA. PARECE QUE A BARRA SE AFASTOU PARA TRÁS. NÃO É AGULHA MAL COLOCADA E NEM FROUXA. COSTURO Á ANOS E CONSIGO RESOLVER PROBLEMAS COMUNS, MAS ESTE, ESTÁ COMPLICADO. O QUE PODE SER? A AGULHA TBM ESTÁ PASSANDO POR TRÁS DA LANÇADEIRA AO INVES DE PASSAR NA FRENTE. POR ISSO TENHO A NITIDA IMPRESSÃO DE QUE A BARRA DE AGULHAS PARECE SIM, TER SE AFASTADO PRA TRAS DE MODO A BATER NA CHAPA. ELA DEVERIA ESTAR GUIANDO A AGULHA A PASSAR NO MEIO DA ABERTURA DA CHAPA E AO INVÉS DISSO, BATE NA BORDA.

  3. Amei as dicas! Parabéns e obg. Minha maquina quebra a linha da agulha e embola dentro, não é com frequência, mais quando vejo já embolou e não consigo tirar, o que seria? Pode me ajudar?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.